Sites na internet realizam gratuitamente os cálculos trabalhistas para que os trabalhadores saibam exigir seus direitos.

Aprenda a Fazer Cálculos Trabalhistas

 

Muitos trabalhadores têm dúvidas quanto ao valor que o empregador paga, seja com relação a férias, horas extras, rescisão de contrato ou 13º proporcional. Por isso, para ter certeza de que está recebendo o valor correto do seu chefe, é possível que o próprio empregado faça alguns cálculos trabalhistas. E o melhor é que o cálculo pode ser feito online e de forma gratuita.

Na internet, é possível encontrar sites como CalculadorCálculo Exato ou o Calcule.net, que fazem as contas por você, basta que se coloque os dados corretos nas tabelas. Quando realizar os cálculos trabalhistas é preciso cuidado para não inserir nenhum dado errado, pois do contrário o resultado não será condizente com a informação que o trabalhador deseja receber. Afinal, é seu direito saber se o que está recebendo é o valor correspondente à sua atividade.

Nos sites, o empregado pode conferir os cálculos trabalhistas referentes ao salário líquido, ao saldo do FGTS, ao INSS, a hora extra, ao décimo terceiro, férias, seguro desemprego, rescisão CLT, insalubridade e salário família, entre outros direitos. 

Se você encontrar algo errôneo ao fazer o cálculo, e somente a conversa com seu patrão não resolver, você deve procurar um advogado trabalhista e entrar com um processo no Ministério do Trabalho e Emprego. Se não tiver condições de pagar um advogado, o Ministério Público do seu estado poderá disponibilizar um profissional.

Cálculos trabalhistas

Leis Trabalhistas - CLT

Quem trabalha com carteira assinada deve ter conhecimento das leis trabalhistas da CLT – Consolidação das Leis do Trabalho –, para ter consciência das leis que regulamentam as relações entre empresa e trabalhador, e que atendem principalmente as necessidades do empregado.

Por mais que as leis trabalhistas estejam voltadas para o trabalhador é necessário juntar material que possa provar a sua reclamação. Por isso, é importante guardar recibos ou qualquer outro documento que possa ser favorável ao trabalhador.

É importante lembrar que as horas extras, aquelas que excedem a carga horária normal de uma jornada de trabalho, que pode ser a fixada por lei ou por contrato de trabalho, devem ser pagas corretamente e notificadas no contracheque do trabalhador, pois elas integram o valor do 13º salário. Assim sendo, além de o seu chefe pagar corretamente as suas horas complementares ele deve as notificar, se não quiser pagar uma indenização ao trabalhador.

Processo Trabalhista

As informações contidas neste site tem carater meramente informativo, não nos responsabilizamos por alterações nas informações ou legislações. Antes de qualquer procedimento legal, consulte seu advogado para maiores orientações.